REDUTO DO COMODORO - o Blog de CARLOS REICHENBACH - comodoro@olhoslivres.com
   ELA NÃO QUER MAIS CRITICAR

A CINÉFILA SE DESPEDE

 

 Ela tem 16 anos, mora em Natal- RN, e se chama Samantha Ovídio. Seus filmes de cabeceira são: Um Lugar Chamado Notting Hill, Uma Linda Mulher, Moulin Rouge, Matrix, Noiva em Fuga, Amor à Segunda Vista e outros.

 Mas não é por seu gosto tão "eclético" que Samantha chamou a atenção do Comodoro, mas por ter escrito uma das despedidas de Blog mais intrigantes já postadas por estas plagas.

Adios!

 Quando eu abri o Sou Cinéfila, tinha a intenção de aprimorar minha escrita e adquirir conhecimentos cinematográficos. Em relação à escrita, acho que melhorei um pouco, mas ainda não cheguei onde quero; quanto aos conhecimentos, aprendi algumas coisas, mas não quero aprender mais. Cheguei a uma conclusão: eu era mais feliz. Não estou dramatizando, é um fato. Antes eu assistia aos filmes simplesmente por assistir, sem a menor pretensão, queria apenas me divertir. Hoje eu vou e fico com a antena ligada, atenta a qualquer coisa, pensando como vou escrever sobre aquilo. Eu quero desligar o cérebro definitivamente. Não sei se fechar (é, eu vou fechar) o blog será suficiente pra me fazer voltar ao normal, mas tomar essa atitude já é alguma coisa. Só quero voltar a ser Samantha Ovídio, louca por filmes, que só assiste pra se divertir, que tem pena de dizer que é ruim porque pensa no trabalho que deu pra fazer aquilo, que acha qualidades onde os outros só vêem defeitos, que ama comédias românticas, que morre de medo de suspense, que gosta muito de drama e adora um cinema pipoca (eu gostava mais deste). Foi muito bom todo esse tempo, pouco tempo, mas o suficiente pra gerar uma boa discussão e fazer vários amigos. Obrigada a todos pelas quase 1000 visitas e pelos vários comentários. Posso voltar um dia? Acho improvável.


 Pela estupenda sinceridade a visita ao endereço da ex-blogueira é quase obrigatória:

http://www.soucinefila.blogger.com.br/



 Escrito por Carlos Reichenbach às 13h28
[] [envie esta mensagem]


 
   POLÊMICA EM FESTIVAL

- ESCOLHA DO REACIONÁRIO VARGAS LLOSA, PARA PRESIDENTE DO JÚRI OFICIAL DO FESTIVAL DE SAN SEBASTIÃO 2004, GERA POLÊMICA NA AMÉRICA DO SUL-

 Segue abaixo a carta do senhor Jorge Coscia, Presidente do Instituto Nacional de
Cine y Artes Audiovisuales, INCAA.

Buenos Aires, 9 de setiembre de 2004.-

Estimados colegas:
Adjunto a la presente quiero hacerles llegar la carta que le enviara al Sr.
Director General del Festival de San Sebastián Don Mikel Olaciregui,
motivado por la designación del Sr. Vargas Llosa como presidente del jurado
de la 52° edición de dicho Festival y por la nota que refiere a las
públicas posiciones del Sr. Vargas Llosa en contra de la Excepción
Cultural, como se puede apreciar en el artículo publicado el día 31 de
julio de 2004 por el diario "La Nación".
Sin otro particular, les saludo atentamente.
Jorge Coscia
Presidente
INCAA


Buenos Aires, 7 de setiembre de 2004.-

Señor Director General del
Festival Internacional de Cine de San Sebastián
Don Mikel Olaciregui

Estimado Mikel:

El pasado viernes 3 recibimos la información que detalla la lista de los
miembros del jurado de la edición N° 52 del Festival de San Sebastián que
Ud. dirige.

El sábado 31 de julio de 2004, salió publicada en el diario argentino "La
Nación" una nota titulada "Razones contra la excepción cultural" firmada
por el escritor peruano Mario Vargas Llosa.
La misma reafirma las reiteradas opiniones reaccionarias y neoliberales del
ex candidato y perpetuo defensor de los intereses que han sumido a millones
de latinoamericanos en la pobreza y la exclusión.

Adjunto la nota mencionada que por sí sola reafirma mis argumentos, y por
ello no pude menos que sorprenderme ante la designación del Sr. Vargas
Llosa como presidente del jurado del Festival de San Sebastián.

La activa militancia del Sr. Vargas Llosa en contra de la Excepción
Cultural y de su producto más deseado, la diversidad cultural, no puede
sino contrastar con la difícil lucha por sobrevivir de las cinematografías
europeas e iberoamericanas.

Basta con leer el artículo para comprender que su rol como jurado de
nuestra producción audiovisual equivale a poner al zorro para que cuide el
gallinero.

Sin los subsidios ni la excepción que Vargas Llosa tanto critica, el
Festival de San Sebastián no contaría con las tres películas argentinas en
competencia que el Sr. Llosa, por otra parte, deberá juzgar desde su
inmerecido aunque honroso cargo.

Expreso desde ya mi más sincera preocupación y recomiendo, para compensar
los argumentos falaces y tramposos del Sr. Vargas Llosa, la lectura de la
Revista Raíces, y especialmente el reportaje a Manuel Pérez Estremera que
reinvidica "el tema de la excepción cultural y su necesidad para las
industrias culturales europeas".

Es sorprendente que el presidente del jurado de un festival realizado con
fondos resultado de políticas públicas sea el enemigo más acérrimo de esas
políticas y de los funcionarios que garantizan la realización y la
presencia de tantas películas (incluidos veinte filmes argentinos) que
reafirman al próximo Festival de San Sebastián como el gran evento europeo
e iberoamericano de la diversidad cultural.

Aún no ha comenzado el querido festival y ya el presidente de su jurado
califica de alharaca que Francia y España (al igual que Argentina) hayan
adoptado la política de excepción cultural, tratando de burócratas a
quienes han promovido esa valiente decisión.

Define como libertad de "abrir puertas y ventanas" al escandaloso "dumping"
que excluye nuestros productos audiovisuales de nuestros propios mercados.

Mi sorpresa es aún mayor ante semejante desprecio a las políticas públicas
y a las personas que hacen posible un festival como el que Ud. dirige.

No podía dejar de señalar todo lo antedicho sin reconocer que tanto para mí
como para la institución que presido, lo esencial es reconocer el valor y
la importancia de nuestra colaboración creativa y constructiva con el cine
español, su industria y el magnífico evento donostiarro que Ud. conduce.
Valoramos también el lugar que desde su dirección se lo ha dado a nuestro ci
ne.

Tome entonces estas líneas como la apasionada y sincera opinión de un
realizador (que hoy preside el INCAA) comprometido con la fructífera
promoción de nuestro cine y sus artistas.

Sin otro particular, aprovecho para saludarlo con mi más sincero afecto.

Jorge Coscia
Presidente
INCAA



 Escrito por Carlos Reichenbach às 20h19
[] [envie esta mensagem]


 
   UNDENBERG & SCARGOTS 02

A CRÍTICA MINEIRA ABONA "GAROTAS DO ABC"

 Marcelo Castilho Avellar, um dos mais conceituados e atuantes críticos de cinema do Brasil, assim sintetizou hoje, no jornal O ESTADO DE MINAS, a sua análise de um certo filme:

“Garotas do ABC”, do diretor Carlos Reichenbach, é a nova obra-prima do cinema brasileiro.

 Para ler o texto completo da crítica, visite o site do jornal:

http://www.cinemauai.com.br/


SESSÃO RARÍSSIMA E EXCLUSIVA,

PARA OS CARIOCAS,

NO SÁBADO, DIA 18

CASA FRANÇA-BRASIL
Rua Visconde de Itaboraí 78, Centro - 2253-5366
18 DE SETEMBRO
SÁBADO
18 horas

ENTRADA FRANCA
(senhas distribuidas meia hora antes da sessão)

 O argumento e trilha sonora deste filme são de CARLOS REICHENBACH. O roteiro foi escrito em parceria com o diretor Claudio Cunha.

 Mais informações em:

http://malditosfilmesbrasileiros.blogspot.com/


Picilone
cinema & desencanto

 Um novo e ótimo blog dedicado a cinema foi anexado a lista de preferidos do Comodoro.

 Seu editor, Daniel De Bonis, foi aluno de Inácio Araújo, no tradicional curso de crítica cinematográfica da já mítica rua Aureliniano Coutinho, em São Paulo.

http://www.picilone.blogger.com.br/


O COMODORO NA REVISTA APLAUSO

 Mais um endereço obrigatório no Reduto: o da revista gaúcha APLAUSO, que agora conta com a colaboração crítica do nosso "astrolábio fílmico" Marcus Mello.

 No site da revista, esta semana, o lançamento de GAROTAS DO ABC em Porto Alegre.

http://www.aplauso.com.br/site/portal/detalhe.asp?campo=62

 No número mais recente da revista APLAUSO, Marcus Mello analisa "os impasses do Festival de Gramado":

http://www.aplauso.com.br/site/portal/template.asp?secao_id=8


REVISTA DIGITAL CARCASSE

INCREMENTA NOVA SESSÃO DE CINEMA

 Chama-se PHENOMENA a nova sessão de cinema da revista digital CARCASSE, dedicada à chamada "arte obscura".

 No comitê de redação da sessão destacam-se os nomes de experts como Carlos Primati e Laura Canepa.

http://www.carcasse.com/revista/

http://www.carcasse.com/revista/phenomena/



 Escrito por Carlos Reichenbach às 18h23
[] [envie esta mensagem]


 
   SESSÃO DUPLA EM PORTO ALEGRE

 Mais uma dos comodoros Marcus Mello e Carlos Thomaz Albornoz.

BRUXAS INVADEM A SALA P. F. GASTAL


        O projeto "Raros" da Sala P. F. Gastal (Usina do Gasômetro - 3° andar) tem nesta sexta-feira, dia 17, um programa especial, fazendo pela primeira vez uma sessão dupla exibindo dois filmes de culto da década de 70 que têm em comum entre si o tema da bruxaria: o mexicano Alucarda, dirigido por Juan López Moctezuma em 1975, e a produção inglesa O Uivo da Bruxa (Cry of the Banshee), dirigida por Gordon Hessler em 1970. Em razão de ser um programa duplo, a sessão do "Raros" vai iniciar excepcionalmente mais cedo, às 20:30, e não às 21 horas, como de costume.

        Redescoberto recentemente pelos fãs dos filmes de terror, o mexicano Alucarda é assinado por Juan López Moctezuma, ex-assistente do diretor Alejandro Jodorowsky (de quem o "Raros" já exibiu El Topo e Fando y Lis). O filme mostra a estranha amizade de duas jovens, Justine e Alucarda, cujo relacionamento passa a destruir as vidas daqueles que estão à sua volta. Produção bizarra, que se filia à larga tradição de filmes de terror mexicano, Alucarda tem entre seus inúmeros fãs o diretor Guillermo Del Toro, de A Espinha do Diabo e Hellboy.

Com o mítico ator Vincent Price no elenco, O Uivo da Bruxa nunca foi lançado no Brasil, muito provavelmente por suas violentas seqüências de tortura, um tema tabu na época (o Brasil vivia o auge da ditadura militar). Ambientado na Idade Média, o filme traz Vincent Price interpretando um inquisidor cuja principal diversão é encontrar bruxas e torturá-las até a morte. O Uivo da Bruxa impressiona pela sua violência, pelos cuidados de produção do diretor Gordon Hessler (desde os créditos de apresentação, assinados pelo futuro diretor Terry Gilliam, até a direção de arte, que procura reproduzir a atmosfera dos quadros do pintor Brueghel) e pelo seu assustador final.

Ambos os filmes serão exibidos em DVD, com legendas em espanhol. A sessão será comentada pelo jornalista Thomaz Albornoz.


Alucarda. México, 1975. Dirigido por Juan López Moctezuma. Com Claudio Brook, Tina Romero e Susana Kamini. Colorido. Duração: 74 minutos.

O Uivo da Bruxa (Cry of the Banshee). Inglaterra, 1970. Dirigido por Gordon Hessler. Com Vincent Price,  Hugh Griffith, Essy Persson e Elisabeth Bergner. Colorido. Duração: 91 minutos.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 00h35
[] [envie esta mensagem]


 
      
 
 

HISTÓRICO
 24/01/2010 a 30/01/2010
 25/01/2009 a 31/01/2009
 22/07/2007 a 28/07/2007
 22/01/2006 a 28/01/2006
 30/01/2005 a 05/02/2005
 23/01/2005 a 29/01/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005
 26/12/2004 a 01/01/2005
 19/12/2004 a 25/12/2004
 12/12/2004 a 18/12/2004
 05/12/2004 a 11/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 24/10/2004 a 30/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 30/05/2004 a 05/06/2004
 23/05/2004 a 29/05/2004
 16/05/2004 a 22/05/2004
 09/05/2004 a 15/05/2004
 25/04/2004 a 01/05/2004
 18/04/2004 a 24/04/2004
 11/04/2004 a 17/04/2004
 04/04/2004 a 10/04/2004
 28/03/2004 a 03/04/2004
 21/03/2004 a 27/03/2004
 14/03/2004 a 20/03/2004
 07/03/2004 a 13/03/2004
 29/02/2004 a 06/03/2004
 22/02/2004 a 28/02/2004
 15/02/2004 a 21/02/2004



OUTROS SITES
 NOVO ENDEREÇO DO REDUTO DO COMODORO
 OLHOS LIVRES - o site de Carlos Reichenbach
 CARTAS DO REICHENBOMBER - Arquivo
 DEZENOVE SOM E IMAGENS
 OS BLOGS QUE CONCORREM AO QUEPE DO COMODORO
 ALTA FIDELIDADE
 ANOTAÇÕES DE UM CINÉFILO
 ARKADIN - CINEMA, PRA COMEÇO DE CONVERSA
 ARTE GRÁFICA (ou ANJO EXTERMINADOR)
 BAÚ DE FILMES
 CAIXA PRETA
 CELULÓIDE CORTADO
 CHIP HAZARD
 CINECASULOFILIA
 CINE ESTRANHO
 CINEFILIA
 CINÉFILOS DO TERCEIRO MUNDO
 CINÉFILOS OFF-LINE
 CINÉFILOS ON LINE
 CINEMA CUSPIDO E ESCARRADO
 CINE MAJESTIC
 CINEMATÓRIO
 CINENETCOM
 CURRAL CINE - BLOG DA VAQUINHA EUGÊNIA
 DIÁRIO DE BORDO
 DIÁRIO DE UM CINÉFILO
 DR. IGOR - NEWS ASSOCIADOS
 EM CARTAZ
 ERA UMA VEZ NA PARAÍBA
 FILMES DO CHICO
 FILMES GLS OU QUASE
 FREE AS A WEIRD
 FULERUS FILMES
 HATTORI HANZO
 IMPRESSÕES CINÉFILAS
 IMPÉRIO CINÉFILO
 LIMÃO MATUTINO - SEGUNDA SAFRA
 LOS OLVIDADOS
 MATA HARI & 007
 MELODIA DO OLHAR
 MONDO PAURA
 NUVEM DE PÓLVORA
 OS INTOCÁVEIS
 PAGODA REBORN
 PICILONE
 PSEUDOCINÉFILOS
 QUALQUER COISA QUE POSSA ME INTERESSAR ...
 QUARTO DO CHIKO
 RD - B SIDE
 REPETE QUE EU NÃO OUVI DIREITO
 SALA PROIBIDA
 SETARO´S BLOG
 THE BRIDGE
 TRÊS CINÉFILOS EM CONFLITO
 VERDADES E MENTIRAS EM 24 FOTOGRAMAS
 CONTRACAMPO
 CINEMASCOPIO
 CINE IMPERFEITO
 FILMESCÓPIO
 CRÍTICOS.COM
 CINEMA MARGINAL
 STONE AGE SCANNERS
 SALVE O VHS
 BLOG DO TAS
 VGI - Vivian Golombek
 O SIGNO DO DRAGÃO
 ALMANAQUE ROSÁRIO CAETANO
 DIONISÍACAS - O Blog do Dionísio Neto
 CINEMINHA
 CINEFILIA
 MULHERES DO CINEMA BRASILEIRO
 CINEMA EM FOCO - o cinema em Brasília
 DICK DANELLO - o site
 BLOG DO CINEMA BRASILEIRO
 DOINEL, O CINÉFILO DE DOIS CÓRREGOS
 SURREALISMO / DE CINEMA
 REATOR - Revista de Cultura
 AGULHA - REVISTA DE CULTURA
 FAKERKAKIR - Site de Ficção e Jornalismo
 REVISTA ETCETERA
 O CISCO TORNITRUANTE
 DOUTOR DALTON - um Blog surpreendente
 A MATÉRIA DO SONHO
 OLIGOFRIENDS
 JOSÉ GERALDO MARTINS
 NOTÍCIAS DO ZOO
 DEDOS DAS MOÇAS
 AS PERDIDAS
 BURBURINHO - o pensamento vivo de Nemo Nox
 OMBUDSMANS DE X-SALADA - é à sério
 MALDITOS FILMES BRASILEIROS
 JAPAN ACTION - site brasileiro
 POST DEAD - o Blog do Villa da 89FM
 MAGNUS OPUS COLLECTION
 CABINE - Revista Virtual
 SOMBRAS ELÉTRICAS
 MEIA ENTRADA
 FOTOLOG DO VEBIS JUNIOR
 ACRE INFUSO - O Blog-roteiro
 BOCA DO INFERNO
 APLAUSO - Revista de Cultura
 TODOS JORNAIS DO PAÍS
 JORNAL DOS OLHOS LIVRES
 O CRÍTICO DE CINEMA
 CINEMA NO DIVÃ
 CINE ART
 MOVIES AND MORE
 CINEMA E ETC
 WIDESCREEN
 OS CINÉFILOS
 7ARTE
 SPOILER
 CINELIGADO
 CINÉFILOS
 NOS BASTIDORES DA NOTÍCIA
 EU ASSISTI
 CINEMA & LITERATURA
 IMAGEM EM MOVIMENTO
 PORTAL CINE
 CINELÂNDIA
 CINEMA TURBINADO
 CINE VÍDEO EDUCAR
 CINEMA COM RAPADURA
 KINEMAIL
 POPPY CORN
 BLOG DA LAURA BEATRIZ
 O CAIXOTE - REVISTA
 VIVER E MORRER NO CINEMA
 BLAXPLOITATION
 EROTIKILL
 O ESCURINHO NO CINEMA
 CINEMANÍACO
 PINK FREUD
 SCORETRACK NETWORK - MÚSICA E CINEMA
 ROTEIROS ON LINE
 NÃO
 VÍDEO CLUBE CINE SERIADO - Compra de filmes raros
 CINE TV NOSTALGIA - Compra de filmes raros
 PUTRESCINE - Compra de filmes raros
 REVISTA BALA
 DICACINE
 MOÇO DE FAMÍLIA - Contos, crônicas e ensaios
 PLANO A PLANO
 CINEMA LIDO
 FILMES BRASILEIROS QUE POSSUAM O ESPORTE COMO TEMA
 DROPS MAGAZINE - CINEMA
 A REBELDIA, O SONHO E O CINEMA
 MONSTRO NA GARAGEM
 CINETRIX
 O OLHO DE HOCHELAGA


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!