REDUTO DO COMODORO - o Blog de CARLOS REICHENBACH - comodoro@olhoslivres.com
   NOVIDADE - CONTINUAÇÃO

DIALOGANDO COM O CRÍTICO - Continuação

 Após a sessão de A ILHA, encontrei um crítico veterano, que disse preferir o "atual" cinema do Carlão, que estava ali mais por uma curiosidade "antropológica" e que o filme era "mal-feito".
 Na 2001, o biógrafo Marcelo Lyra comentou gostar muito das pequenas citações a Fuller e a não-sei-mais-quem em CORRIDA.

 Se o tal crítico veterano falasse que CORRIDA EM BUSCA DO AMOR é um filme mal feito, eu concordaria com número e grau; mas de A ILHA DO PRAZERES PROIBIDOS, é sinal de absoluta ignorância fílmica. Confunde-se habitualmente aparato tecnológico com qualidade. A ILHA é um filme muito pobre - mas muito pobre mesmo - justamente nos aspectos onde o cinema brasileiro de hoje chega a ser perdulário (quantidade de negativo, sofisticação de equipamentos caros, direção de arte nababesca, figurinos milionários, etc). Em A ILHA, foram gastos exatamente 20 latas de 300 metros de filme (quase 2X1); eu fui o roteirista, o diretor, o diretor de fotografia, o operador de câmera, o autor da sonoplastia, etc. Como ousadia de linguagem e decupagem ele é sofisticadíssimo; o ritmo impresso na filmagem cotidiana - de apenas tres semanas - e pela montagem de Walter Vanny (montador do Toni Veira) é - surpreendentemente - um primor. Até na escassez assumida o filme tem alguns dos melhores momentos de criatividade (e "jogo de cintura") de toda a minha carreira de diretor. Entre as melhores coisas que filmei na vida, eu destaco em A ILHA, a seqüencia na fronteira mambembe, a "suruba" noturna ao som de "I Surrender Dear", a dança embalada pelas frases de John  Lennon "o amor é toque", o corpo de Neide Ribeiro e Zilda Mayo mostrados em cima dos versos de Henri Michaux - o Rimbaud belga, e, sobretudo, a morte do anarquista. Tenho certeza, que o tal crítico veterano deve detestar Samuel Fuller e Joseph H. Lewis (fontes de consulta permanente na realização deste filme).

 O personagem do Carlão nesse filme, vale lembrar, é um cientista louco (aliás, MUITO  louco) chamado IVAN, O TERRÍVEL.
 Cinema é mesmo uma puta experiência pessoal.  Cada um se encanta (caso do Marcelo) ou não se encanta (caso do crítico lá no CCBB) em função da própria formação (seja ela qual for).  É um caminho de pedras que se constrói individualmente.
 Assim, confesso que o mais importante para mim na experiência de assistir a ambos os filmes foi justamente aquilo que é mais evidente, mais explícito: a capacidade do diretor de trabalhar confortavelmente dentro dos limites do gênero.
 CORRIDA EM BUSCA DO AMOR é um típico filme da série BEACH PARTY, com todos os seus personagens, clichês e situações.
 A ILHA DOS PRAZERES PROIBIDOS é um drama erótico em ritmo de thriller de espionagem.
 O diálogo com esses gêneros não busca destruí-los para todo o sempre.  Pelo contrário, é extremamente amoroso. Não aquele amor água-com-açúcar das novelas da Globo.  Mas aquele amor movido à tesão, presente nos melhores filmes pornôs e em livrinhos como um certo  CINEMA DE INVENÇÃO.  Cada fotograma transpira uma incontrolável vontade de
transar (era assim que se dizia na época?) o gênero. E acima de tudo, vontade de gozar no final.
 Em A ILHA, há a paradisíaca porção de terra no oceano, assassina profissional grudando arma com esparadrapo embaixo do carro, missão secreta que nosso herói ignora, mulher que sabia demais despencando para a morte, triângulo - e demais formas geométricas - amoroso ... E sexo, claro.
 Na CORRIDA, carangos, piscina, biquínis, cientista louco, pílulas que fazem correr, meninos apaixonados pela mesma menina, uma dupla de patetas...
 A tal dupla funciona à perfeição. Poucas vezes vi uma homenagem à chanchada tão engraçada quanto a chanchada propriamente dita (outra delas, aliás, está em ALMA CORSÁRIA).
 As gags protagonizadas pelo tampinha Gibe (de formação circense, parceiro de Dedé Santana e hoje no TOPA TUDO POR DINHEIRO) e pelo gordão Carlos Bucka (não sei qual a formação dele, mas é um ótimo tipo) fazem rir mesmo.
 São até melhores que as de uma dupla muito parecida presente em IMPÉRIO DO DESEJO, que também estava na mostra do CCBB.

 Carlos Bucka era um ator deslumbrante de formação teatral. Bom no drama, ótimo na comédia. Tinha uma profissão paralela de fiscal de renda (se não estou enganado) que garantia o seu sustento e por isso se dedicava ao teatro sério. Walter Hugo Khouri e Rubem Biáfora o adoravam. Com Khouri ele foi um dos protagonistas de PAIXÃO E SOMBRAS, interpretando o alter-ego do conhecido "gaffer" (uma espécie de chefe-eletricista que, durante as filmagens, comanda toda a equipe "da pesada") paulista Miro Reis. Mas o que adorava mesmo, era fazer chanchada. Ele quis tanto filmar CORRIDA EM BUSCA DO AMOR que, um dia antes de eu viajar para Amparo e começar o filme, me chamou num canto e fez um pedido aparentemente esdrúxulo: ir ao teatro Cultura Artística, convencer Antunes Filho de que ele (Bucka) não era o ator certo para a peça que estavam ensaiando. Todos nós conhecemos o talento descomunal, a intransigência e as ideossincrasias do notável encenador. Fui ao teatro visivelmente constrangido e tive que ouvir meia dúzia de imprópérios até que ele, Antunes, liberasse Bucka para fazer "aquele filmezinho miserável".

 E Jairo Ferreira em CORRIDA está radiante, como o  meio bobo que sempre se dá mal - como o Eric Von Zipper, o líder dos motoqueiros da TURMA DA PRAIA.

 Você a primeira pessoa no mundo a "sacar" isso! 

 O mais impressionante foi constatar que as pessoas não riam porque o filme ficou velho, nem porque as piadas não fazem mais sentido ou porque as falhas técnicas tornaram-se mais evidentes.
 O público na 2001 riu ontem das mesmas coisas das quais se ria em 1971, quando o filme estreou (há exceções, mas refiro-me à regra). Os diálogos-clichês continuam terrivelmente engraçados!
 Carlão falou tanto para nos prepararmos para um filme ruim que nos pegou de surpresa. CORRIDA é um puta filme B bom (A ILHA eu já esperava que fosse mesmo).
 O diretor definiu-o várias vezes como um filme de corridas de carros feito sem carros.  Ele pode até se lembrar da fita dessa forma, porque sofreu as agruras dos bastidores. Mas na tela, estão todos os carros que se precisa ver.
 O que há de tão especial nessas produções?
 Em vez de ridicularizar os clichês dos gêneros, Reichenbach se apropria deles para transmitir seu discurso anti-establishment.  Não é preciso queimar em praça pública todos os filmes de James Bond ou queimar Frankie Avalon e Anette Funicello na fogueira.  Eis então um filme tipo TURMA DA PRAIA que, em vez de celebrar a juventude consumista e ensolarada da Califórnia, prega a desobediência civil.  E um filme de espionagem que, no lugar de louvar o capitalismo democrático, fala sobre anarquismo e exilados políticos.
 Acima de tudo, são dois filmes divertidos p´ra cacete!!!! D
VD neles, o quanto antes!

 Rodrigo Pereira
(que escreveu esse monte de linhas ao som de BIG SURF HITS, coletânea da gravadora Del-Fi Records com bandas como The Surf Stompers, The Surf Mariachis e The Centurions)



 Escrito por Carlos Reichenbach às 17h17
[] [envie esta mensagem]


 
   PARA CANTAR JUNTO

OBRIGATÓRIO PARA QUEM GOSTA DE MÚSICA ITALIANA

 Fazem quatro dias que este cd não sai do meu aparelho de som.

 Sem nenhum favor: sensacional!

 Esse disco, sem nenhum exagero ou confete, foi o melhor presente que eu recebi esta semana no dia do meu aniversário.

 São 18 sucessos do cancioneiro popular italiano que nos fazem cantar juntos e repetir "ad libidum" as letras de canções como "Ciao, Ciao, Bambina", "Il Mondo", "Roberta", "Una Casa en Cima al Mondo", "Sapore di Sale", "Zingara", "Cin Cin", "Si Non Avessi Piu Te" e "Io Che Non Vivo Senza Te".

 Para mim, que sempre adorei a música italiana (paguei meu curso de cinema na São Luiz tocando piano no TNT4 e cantando "Roberta", nos fins de semana, no clube Santa Mônica de Campo e Nautica) faltaram apenas "Mi Sono Innamorato di Te", "Una Carezza in un Pugno", "Malafemmina" e "Il Nuestro Concerto"; mas estas gemas, Dick Danello vai me ajudar a trazer para o meu próximo longa metragem.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 15h29
[] [envie esta mensagem]


 
   FOTOBLOGAGEM EXPLÍCITA - 2

OUTROS INSTANTANEOS DA CORRIDA NA 2001

(para ver os melhores momentos da exibição de CORRIDA EM BUSCA DO AMOR, no novo espaço cinéfilo de São Paulo, é preciso "rolar" a página para baixo)

 O "consul" Dick Danello mostra o capacete, o blusão italiano e a camisa (comprada na José Paulino) que usou nas filmagens de CORRIDA EM BUSCA DO AMOR, em 1971.

(Dick, cadê a cópia em vídeo que você me arrumou? Acho que a TV Cultura a recolheu para o seu acervo; ou não?)

 Antônio Mancini veio de Dois Córregos (a cidade mais gentil do mundo) especialmente para prestigiar o Comodoro.

 Miguel "Chandelle", o mais jovem - e brilhante - contrabaixista do país, também foi à 2001-Sumaré abraçar o pai de seu amigo Luís.

 Outra foto da musa Lina Agifu (que possui um fã-clube seletíssimo entre os leitores do reduto) ao lado do cartaz de GAROTAS DO ABC, que estréia dia 06 de agosto nos cinemas.

 Eleonora Reichenbach reclamou que saiu vesga na foto publicada mais abaixo. Para dormir em paz, o Comodoro republica a foto sem reduzir (muito) o valor do JPG.

ATENÇÃO - Os melhores instantâneos da Noite da Corrida, na 2001, estão mais abaixo, nesta mesma página.

AGUARDEM:

 Decisão tomada hoje, durante um telefonema de confraternização: em 2005, Ivan Lins e Carlos Reichenbach irão completar 60 anos e pretendem festejar juntos num raro "happening" audiovisual que vai render um filme, um disco e um DVD.

QUEM ESTIVER VIVO VAI PARTICIPAR!



 Escrito por Carlos Reichenbach às 14h07
[] [envie esta mensagem]


 
   Nova Safra

NOVOS OLHARES

 Valdir Baptista, que analisou genéticamente toda a construção e criação de FILME DEMÊNCIA para a PUC, amigo do Comodoro e professor da Anhembi Morumbi está convocando todos os fiéis do Reduto para a mostra de alguns dos MELHORES VÍDEOS  produzidos pelos alunos de Rádio e TV da Universidade Anhembi Morumbi,
no Museu da Imagem e do Som, durante a terceira edição do projeto Formato Curta.
 
 Entre os vídeos, dois títulos chamam logo a atenção:

SABE AQUELE LANNY? (SP, 31’, 2002)
 Documentário sobre Lanny Gordin, um dos mais talentosos guitarristas brasileiros de todos os tempos. A partir dos  depoimentos de outros músicos, de seu pai e do próprio Lanny,  é reconstruída uma trajetória que, iniciada de forma fulgurante nos anos 70 (quando as comparações com Jimi Hendrix se tornaram quase obrigatórias), enfrenta as interrupções e dificuldades provocadas pela esquizofrenia (diagnosticada ainda aos 17 anos) para chegar até seu reencontro com os palcos na atualidade.
Direção: Carolina Calanca e Juliana Fumero
Produção: Carolina Calanca
 Esse vídeo chama especialmente a atenção porque retoma o personagem de um raro (e fundamental) curta metragem de Carlos Shintomi, do início dos anos 80, "Lanny".
 (Shin, me mande um e-mail  - perdi todos os meus antigos endereços eletrônicos por causa de um vírus fdp).

NOVEMBRO/69 (SP, 23’, 2003)
 Documentário sobre a organização guerrilheira ALN (Aliança Libertadora Nacional), que teve papel expressivo no combate à Ditadura Militar. Novembro de 1969 é o mês da desarticulação do grupo, em função da execução de seu líder, Carlos Marighella, e da morte ou prisão de quase todos os seus membros. O documentário é baseado nos depoimentos originais de ex-militantes.
Direção e Produção: Lucas Douheret e Waldir Rosseti Jr.

Formato Curta
23 a 26 de junho, às 20h30 e 27 de junho às 19h00
Museu da Imagem e do Som
Sala Multimídia
Av. Europa 158 – São Paulo – tel (11) 3062.9197
Entrada franca.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 13h53
[] [envie esta mensagem]


 
   OBRIGATÓRIO

PARA APRENDER A VER COM OLHOS LIVRES

 Será no dia 23 de junho, quarta-feira, na Livraria Cultura (Conjunto Nacional) o lançamento de "Ponto de Fuga", o livro que reúne as crônicas de Jorge Coli (Prêmio QUEPE DO COMODORO, do mes de Abril) no Caderno Mais, do jornal FOLHA DE SÃO PAULO.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 11h06
[] [envie esta mensagem]


 
   FOTOBLOGAGEM EXPLÍCITA

2001 - A CORRIDA REVISITADA

 Carlos Reichenbach (o Comodoro) e Dick Danello (Consul-Geral da música italiana em Sampa) se reeencontram 32 anos após o lançamento comercial de CORRIDA EM BUSCA DO AMOR, último ano que estiveram juntos, graças a Fred Botelho, Archimedes Lombardi, Antonio Leão e Marcelo Lyra.

 Fred Botelho mostra o novo espaço cinéfilo de São Paulo, na Avenida Sumaré, chama o Comodoro que chama o Consul e ambos chamam Percival Gomes de Oliveira, assistente de direção e co-roteirista de CORRIDA EM BUSCA DO AMOR.

 Reichenbach, Percival e Dick Danello (o Consul) falam sobre a aventura de fazer um filme de corrida de automóveis onde não haviam carros para correr.... Danello, cumpre a promessa que fez ao Reduto e mostra o capacete e a roupa que usou para o filme.

 Um público seleto e fiel aguardou pacientemente o início da projeção do longa metragem rodado em 1971. O saudável e anárquico clima de cine-clube imperou no encontro de figuras ilustres como a familia Danello (Priscila, Giancarlo e Dick), a cineasta Tata Amaral, o enólogo Bruno de André, o meu co-roteirista Daniel Chaia, os papas do Super-8 Vera e Sérgio Concílio, a produtora Eleonora Reichenbach e Paulo Sousa (seu "anjo da guarda"), Curt e Alan Reichenbach (que surpresa - outro reencontro de 20 anos), a montadora Cristina Amaral, os canibais Dennison Ramalho, Rodrigo Pereira, Guilherme Furtado, os cineimperfeitos Francis e Vebis Pacino Jr (que vivenciou a experiência do filme e da escassez logo após o debate, quando a sua charanga "pediu água" e ele teve que voltar à pé para o ABC), as musas Flavia Rea e Lina Agifu, Vivian Golombeck, Cassius de Oliveira, os belos Ribeiros (Gabriela e Gustavo), Matheus Trunk (um Bruno Andrade ainda muito mais precoce) e vários outros "irmãos de universo".

 Logo após a projeção foi iniciado o debate - na verdade uma "conversa" fílmica - com mediação do jornalista Sergio Rizzo (Folha de São Paulo) e a participação do Comodoro Reichenbach e do autor do livro "O Cinema como Razão de Viver", o também jornalista Marcelo Lyra (Valor).

 Biógrafo e biografado se confraternizam após a movimentada semana de lançamentos, aniversários e projeções.

 No final do evento, a musa Lina Agifu pousou para Luis Reichenbach (filho caçula do Comodoro) em frente (e ao lado de si mesma) do cartaz de GAROTAS DO ABC, que finalmente estréia em São Paulo no dia 06 de agosto.

A fotos foram cedidas por Priscila & Dick Danello, Eleonora e Luis Reichenbach.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 00h45
[] [envie esta mensagem]


 
   COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ

17/06/2004

É HOJE !!!!!!!!

 O aniversário de Jacob Solitrenick, o mago dos matizes cianos do cinema brasileiro. Quem quiser mandar um abraço para ele, deve escrever para:

cinematographo@uol.com.br

 É hoje, também, a exibição de CORRIDA EM BUSCA DO AMOR.

LOCAL:
ESPAÇO CULTURAL 2001 VÍDEO
Avenida Sumaré, 1744 - Perdizes - Tel.: (11) 3873-2017
Data: 17/6/2004 (quinta-feira)
Horário: 20 horas
Retire gratuitamente sua senha na 2001 Vídeo Megastore Sumaré, a partir das 19h, no dia do evento, 17/6 (quinta-feira). A distribuição estará sujeita à lotação do auditório. Será obrigatória a apresentação da senha para ingressar no auditório, que tem capacidade para 60 pessoas.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 02h00
[] [envie esta mensagem]


 
   AI NO CORRIDA

ELA TAMBÉM DISSE QUE VEM !

  Bianca é carioca, da agencia Elite, estuda jornalismo e apareceu em "fotos tropicais" na versão francesa da revista MAX, no mes de janeiro; uma edição totalmente dedicada à beleza da mulher brazuca.

 Ela disse que vai pegar um buzunga da Expresso Brasileiro no fim da aula de semilogia e chegar em São Paulo à tempo de assistir CORRIDA EM BUSCA DO AMOR.

LOCAL:
ESPAÇO CULTURAL 2001 VÍDEO
Avenida Sumaré, 1744 - Perdizes - Tel.: (11) 3873-2017
Data: 17/6/2004 (quinta-feira)
Horário: 20 horas
Retire gratuitamente sua senha na 2001 Vídeo Megastore Sumaré, a partir das 19h, no dia do evento, 17/6 (quinta-feira). A distribuição estará sujeita à lotação do auditório. Será obrigatória a apresentação da senha para ingressar no auditório, que tem capacidade para 60 pessoas.



 Escrito por Carlos Reichenbach às 03h18
[] [envie esta mensagem]


 
   OLHA QUEM CHEGOU DE REPENTE!!!!!!!!!!!

ELE DISSE QUE VAI !

 Ele vai estar na quinta-feira, dia 17 de Junho, no ESPAÇO CULTURAL 2001 VÍDEO, para acompanhar a exibição do filme em que foi um astros principais e autor da música dos letreiros inicias: "Badibada".

 Ele jura que vai levar o terno e o capacete que usou no filme, em 1971.

CORRIDA EM BUSCA DO AMOR
- Exibição de Corrida em Busca do Amor, primeiro filme de Carlos Reichenbach, considerado perdido pelo diretor e resgatado pela Associação Brasileira de Colecionadores de Filmes em 16 mm. A cópia pertence à associação, que projetará* o filme a convite da 2001 Vídeo.
- Após a exibição será realizado um Debate com Carlos Reichenbach, Marcelo Lyra e Sérgio Rizzo.

LOCAL:
ESPAÇO CULTURAL 2001 VÍDEO
Avenida Sumaré, 1744 - Perdizes - Tel.: (11) 3873-2017
Data: 17/6/2004 (quinta-feira)
Horário: 20 horas
Retire gratuitamente sua senha na 2001 Vídeo Megastore Sumaré, a partir das 19h, no dia do evento, 17/6 (quinta-feira). A distribuição estará sujeita à lotação do auditório. Será obrigatória a apresentação da senha para ingressar no auditório, que tem capacidade para 60 pessoas.

CORRIDA EM BUSCA DO AMOR
(Idem, BRA, 1972, Cor, 92’)
Diretor: Carlos Reichenbach
Fotografia: Claudio Portioli
Montagem: Sylvio Renoldi
Música Original: Dick D´Anello, Toni Ricardo e Vic Barone
Com: David Cardoso, Gracinda Fernandes, Vic Barone, Dick Danello, Toni Ricardo, Carlão Reichenbach e a genial participação de Jairo Ferreira (como o "ecologista glutão").

 Para não ser incomodado pelas fãs mais exaltadas ele irá fantasiado de Pino Donaggio, Gino Paoli, Dick Danello ou "senhor respeitável".

 



 Escrito por Carlos Reichenbach às 00h18
[] [envie esta mensagem]


 
   NOVOS CÚMPLICES

OS NOVOS LINKS

 Finalmente pude visitar os vários endereços de blogs e sites que me visitaram nas últimas semanas.

 Infelizmente não consegui acessar (podem estar com problemas de hospedagem) os seguintes endereços que me interessavam muito:

www.teleinesquecivel.fotoblog.com.br
http://rafaelfilmes.zip.net

 Através do site Olhos LIvres, o cineasta Nirton Venancio recomendou com veemência - o Comodoro examinou e incluiu imediatamente em seu favoritos - o caçulinha dos sites dedicados ao cinema brasileiro (no caso, com destaque especial ao cinema brasiliense): CINEMA EM FOCO. Trata-se de um forte concorrente ao troféu QUEPE DO COMODORO, de junho. Visitem:
http://www.cinemaemfoco.com.br/

 Inclui nos favoritos do Comodoro também:

O NOVO ENDEREÇO DO CASAL CINÉFILO
http://em_cartaz.blogspot.com

DICK DANELLO
http://www.dickdanello.com.br/

 Os Blogs que achei importante incluir nos links foram:

CINEMA CUSPIDO E ESCARRADO
http://cinemacuspido.blogspot.com

A MATÉRIA DO SONHO
http://amateriadosonho.zip.net

DOUTOR DALTON
http://doutor.dalton.zip.net

JOSÉ GERALDO MARTINS
http://zegeraldo.free.fr

NOTÍCIAS DO ZOO
http://noticiasdozoo.zip.net

AS PERDIDAS
http://inconcert.zip.net/



 Escrito por Carlos Reichenbach às 00h08
[] [envie esta mensagem]


 
      
 
 

HISTÓRICO
 24/01/2010 a 30/01/2010
 25/01/2009 a 31/01/2009
 22/07/2007 a 28/07/2007
 22/01/2006 a 28/01/2006
 30/01/2005 a 05/02/2005
 23/01/2005 a 29/01/2005
 16/01/2005 a 22/01/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 02/01/2005 a 08/01/2005
 26/12/2004 a 01/01/2005
 19/12/2004 a 25/12/2004
 12/12/2004 a 18/12/2004
 05/12/2004 a 11/12/2004
 28/11/2004 a 04/12/2004
 21/11/2004 a 27/11/2004
 14/11/2004 a 20/11/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 31/10/2004 a 06/11/2004
 24/10/2004 a 30/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 30/05/2004 a 05/06/2004
 23/05/2004 a 29/05/2004
 16/05/2004 a 22/05/2004
 09/05/2004 a 15/05/2004
 25/04/2004 a 01/05/2004
 18/04/2004 a 24/04/2004
 11/04/2004 a 17/04/2004
 04/04/2004 a 10/04/2004
 28/03/2004 a 03/04/2004
 21/03/2004 a 27/03/2004
 14/03/2004 a 20/03/2004
 07/03/2004 a 13/03/2004
 29/02/2004 a 06/03/2004
 22/02/2004 a 28/02/2004
 15/02/2004 a 21/02/2004



OUTROS SITES
 NOVO ENDEREÇO DO REDUTO DO COMODORO
 OLHOS LIVRES - o site de Carlos Reichenbach
 CARTAS DO REICHENBOMBER - Arquivo
 DEZENOVE SOM E IMAGENS
 OS BLOGS QUE CONCORREM AO QUEPE DO COMODORO
 ALTA FIDELIDADE
 ANOTAÇÕES DE UM CINÉFILO
 ARKADIN - CINEMA, PRA COMEÇO DE CONVERSA
 ARTE GRÁFICA (ou ANJO EXTERMINADOR)
 BAÚ DE FILMES
 CAIXA PRETA
 CELULÓIDE CORTADO
 CHIP HAZARD
 CINECASULOFILIA
 CINE ESTRANHO
 CINEFILIA
 CINÉFILOS DO TERCEIRO MUNDO
 CINÉFILOS OFF-LINE
 CINÉFILOS ON LINE
 CINEMA CUSPIDO E ESCARRADO
 CINE MAJESTIC
 CINEMATÓRIO
 CINENETCOM
 CURRAL CINE - BLOG DA VAQUINHA EUGÊNIA
 DIÁRIO DE BORDO
 DIÁRIO DE UM CINÉFILO
 DR. IGOR - NEWS ASSOCIADOS
 EM CARTAZ
 ERA UMA VEZ NA PARAÍBA
 FILMES DO CHICO
 FILMES GLS OU QUASE
 FREE AS A WEIRD
 FULERUS FILMES
 HATTORI HANZO
 IMPRESSÕES CINÉFILAS
 IMPÉRIO CINÉFILO
 LIMÃO MATUTINO - SEGUNDA SAFRA
 LOS OLVIDADOS
 MATA HARI & 007
 MELODIA DO OLHAR
 MONDO PAURA
 NUVEM DE PÓLVORA
 OS INTOCÁVEIS
 PAGODA REBORN
 PICILONE
 PSEUDOCINÉFILOS
 QUALQUER COISA QUE POSSA ME INTERESSAR ...
 QUARTO DO CHIKO
 RD - B SIDE
 REPETE QUE EU NÃO OUVI DIREITO
 SALA PROIBIDA
 SETARO´S BLOG
 THE BRIDGE
 TRÊS CINÉFILOS EM CONFLITO
 VERDADES E MENTIRAS EM 24 FOTOGRAMAS
 CONTRACAMPO
 CINEMASCOPIO
 CINE IMPERFEITO
 FILMESCÓPIO
 CRÍTICOS.COM
 CINEMA MARGINAL
 STONE AGE SCANNERS
 SALVE O VHS
 BLOG DO TAS
 VGI - Vivian Golombek
 O SIGNO DO DRAGÃO
 ALMANAQUE ROSÁRIO CAETANO
 DIONISÍACAS - O Blog do Dionísio Neto
 CINEMINHA
 CINEFILIA
 MULHERES DO CINEMA BRASILEIRO
 CINEMA EM FOCO - o cinema em Brasília
 DICK DANELLO - o site
 BLOG DO CINEMA BRASILEIRO
 DOINEL, O CINÉFILO DE DOIS CÓRREGOS
 SURREALISMO / DE CINEMA
 REATOR - Revista de Cultura
 AGULHA - REVISTA DE CULTURA
 FAKERKAKIR - Site de Ficção e Jornalismo
 REVISTA ETCETERA
 O CISCO TORNITRUANTE
 DOUTOR DALTON - um Blog surpreendente
 A MATÉRIA DO SONHO
 OLIGOFRIENDS
 JOSÉ GERALDO MARTINS
 NOTÍCIAS DO ZOO
 DEDOS DAS MOÇAS
 AS PERDIDAS
 BURBURINHO - o pensamento vivo de Nemo Nox
 OMBUDSMANS DE X-SALADA - é à sério
 MALDITOS FILMES BRASILEIROS
 JAPAN ACTION - site brasileiro
 POST DEAD - o Blog do Villa da 89FM
 MAGNUS OPUS COLLECTION
 CABINE - Revista Virtual
 SOMBRAS ELÉTRICAS
 MEIA ENTRADA
 FOTOLOG DO VEBIS JUNIOR
 ACRE INFUSO - O Blog-roteiro
 BOCA DO INFERNO
 APLAUSO - Revista de Cultura
 TODOS JORNAIS DO PAÍS
 JORNAL DOS OLHOS LIVRES
 O CRÍTICO DE CINEMA
 CINEMA NO DIVÃ
 CINE ART
 MOVIES AND MORE
 CINEMA E ETC
 WIDESCREEN
 OS CINÉFILOS
 7ARTE
 SPOILER
 CINELIGADO
 CINÉFILOS
 NOS BASTIDORES DA NOTÍCIA
 EU ASSISTI
 CINEMA & LITERATURA
 IMAGEM EM MOVIMENTO
 PORTAL CINE
 CINELÂNDIA
 CINEMA TURBINADO
 CINE VÍDEO EDUCAR
 CINEMA COM RAPADURA
 KINEMAIL
 POPPY CORN
 BLOG DA LAURA BEATRIZ
 O CAIXOTE - REVISTA
 VIVER E MORRER NO CINEMA
 BLAXPLOITATION
 EROTIKILL
 O ESCURINHO NO CINEMA
 CINEMANÍACO
 PINK FREUD
 SCORETRACK NETWORK - MÚSICA E CINEMA
 ROTEIROS ON LINE
 NÃO
 VÍDEO CLUBE CINE SERIADO - Compra de filmes raros
 CINE TV NOSTALGIA - Compra de filmes raros
 PUTRESCINE - Compra de filmes raros
 REVISTA BALA
 DICACINE
 MOÇO DE FAMÍLIA - Contos, crônicas e ensaios
 PLANO A PLANO
 CINEMA LIDO
 FILMES BRASILEIROS QUE POSSUAM O ESPORTE COMO TEMA
 DROPS MAGAZINE - CINEMA
 A REBELDIA, O SONHO E O CINEMA
 MONSTRO NA GARAGEM
 CINETRIX
 O OLHO DE HOCHELAGA


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!